segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Mulheres de 40, essas gulosas!


Essa semana, faço 41 anos. E, na semana passada, recebi um pps intitulado “Mulheres com mais de 40 (escrito por um homem)”. Não sou de abrir esses arquivos, mas não resisti. Afinal, o papo era comigo: mulher com mais de 40... Bem, o texto era legalzinho (brabo foi aturar o Roberto Carlos cantando ao fundo o clássico brega Mulher de 40). Fazia mil e um elogios às representantes femininas dessa faixa etária: seguras, não ciumentas, que sabem o que querem, que fazem (e falam) o que têm vontade, que não perdem tempo com homens possessivos, etc., etc., etc.

Bem, fechei o pps me sentindo PODEROSA. Caraca, eu sou isso tudo e nem sabia! Mas e quanto às minhas inseguranças profissionais? E quanto aos meus anseios conjugais? E quanto às dificuldades de lidar com a filha adolescente? E quanto a esse corpitcho que insiste em me lembrar: “sim, você tem 40!”? E quanto a essas ruguinhas e manchas que estão surgindo na minha pele? Parem o tempo que eu quero voltar aos 20 anos!!!!!

Mentira, quero nada!!! Se tem algo que eu curto em minha vida é o momento atual. Lembro com nostalgia de quando era criança, de quando era adolescente, de quanto iniciei minha vida adulta. Mas não tenho vontade alguma de voltar atrás. Só almejo caminhar sempre em frente... até quando der. Vou tentando construir no hoje coisas boas justamente pra poder envelheSER (com s mesmo!) a cada dia mais relax.

No meu hoje, como mulher de 40 (quase 41), eu me sinto realmente envelheSENDO. Curso a segunda faculdade, treino vôlei, faço pilates, caminho, patino de vez em quando, namoro o maridão, vou ao cinema sempre que posso, danço quando tenho oportunidade, saio com os amigos sempre, passeio com minhas filhas, trabalho minha espiritualidade, navego muito na Internet, tenho um blog, twitto, ouço música, leio bons livros... Tá certo que, além de fazer tudo isso, tenho que trabalhar bastante, pagar contas, cuidar da casa sem folga, ir ao supermercado, frequentar consultórios médicos, fazer dieta (ai, dieta...), ficar de olho no dever de casa das filhas... Nada é perfeito, né? Não, tudo é perfeito!!!!

Acho que a mulher de 40 é isso aí: esperta! Consegue dosar o lado chato da vida com a delícia de viver. Se uma hora está lavando louça, na outra está calçando o tênis e indo dar uma caminhada com o Iphone no volume máximo. Se pela manhã está acordando com a cara amassada porque dormiu tão pouco, à noite está indo pro barzinho toda linda bater papo com os amigos. Sei lá... parece que já viveu muito, mas quer viver mais ainda. Parece que se não fizer isso tudo agora, daqui a pouco vai ter 50, 60, 70 anos... Aí talvez seja hora de desacelerar. (Ou não! Daqui a dez anos eu te conto.)

Bem, não sei se todas as mulheres de 40 são assim. Aceleradas, intensas, gulosas pela vida. Também não sei se todas são como o texto do tal homem que escreveu sobre esta faixa etária. Só sei que EU SOU ASSIM. Sigo minha caminhada sabendo que estou envelheSENDO a cada dia – mais SENDO do que ENVELHEN. E tem que haver prazer nisso. Em qualquer idade...

17 comentários:

Fernanda disse...

Ana, perfeito seu texto. Tbm me sinto assim, gulosa em relação a vida e os afazers de uma mulher quarentona com muito orgulho.

Beijocas.
P.S. Continue nos presenteando com os seus belissímos textos.

Cláudia Lima disse...

Ai amiga!
Nem fala! Também não mudaria nada, ou só "algumas" coisas, mas estou gostando muito de estar SENDO quarentona também (só em abril, mas estou quase lá!).
Mas fazer 40 confesso que deixa um pouco ansiosa (nada ruim), mas deixa sim, por achar que o tempo é curto, e que não vai dar para curtir tudo de bom que esta fase maravilhosa reserva pra gente!
Adorei!
Bjs

Carol disse...

ainda falta um tempo para eu chegar aos 40, mas quero ser assim tb... aproveitar mto!!!
ta certa dinda!! aproveita muito!!!

Marcio Bruno disse...

Porque mulheres de 40? E nós Homens de 40? Esqueci, hoje é dia de papo mulherzinha. hahaha

Beijos e parabens atencipado, eu ainda não estou tão perto dos 41.

Ana Lúcia Prôa disse...

De fato, Márcio, faltam 4 meses pros seus 41, rsrsrs! Quem sabe até lá eu não escreve um texto sobre os homens de 40?

Beijos!

Fabíola Mattos disse...

Ana, posso te dizer que para mim vc tem muito menos que 40?!

Vc tem a cabeça fresca, relax como disse e se preocupa em se renovar, em viver, em SER!

Continue SENDO assim!

Raquel Maldonado disse...

Eu tenho 40, juro!
Tenho muito quarenta com cara de 28.
Me sinto total assim... Só não tenho filhotes, mas se tivesse aqui no braço um monte deles pendurados IA AMAR...

Amo vc!
sou muito gulosa, sinto que vou morrer amanhã, aí não durmo, saio pra correr. 40 EU TENHO 40!

Tatiana Maia Lins disse...

eu me sinto assim aos 31, Aninha! Na verdade, gostei mais de ter 30 do que de quando tinha entre 27 e 29 e 11 meses. Com trinta me sinto plena! Aos 40, quando já tiver meus filhos, acho que me sentirei completa! :-)

TBrigada disse...

Acho que não são todas as pessoas de 40 que são como você descreveu... Muitas já começam a descansar... A querer entrar numa onda mais devagar. Olha eu com meus quase 30 já entrando nesta onda... haha Cada um é cada um, né ? Mas o que importa é se se está satisfeito consigo próprio, com a vida, com as escolhas. E disto, nossa, tenho certeza que você está!

Flávia Côrtes disse...

É Ana... Ser mulher é mesmo se dividir em muitos papéis.
Não me falta muito para chegar aos 40 e acredito chegar lá sem arrependimentos, aproveitando ao máximo as experiências que cada idade me traz.
Beijos

Cláudia disse...

Ana, quando entrei na faixa dos 40 também senti um grande alívio - isso de ficar esperando é terrível. Quando a gente chega lá, pronto, chegou, e aí é só curtir.

Depois, claro, vem outras faixas... em poucos meses completarei 45 anos. Dá um medão danado de novo, pois outros números começam a comichar, você sabe, né?

Mas a vida é isso - a gente vai fazendo uns acertos aqui, outros ali, e termina entrando na onda. Depois vem a próxima e, com ela, mais uns acertos ... tudo é uma questão de buscar um mínimo de equilíbrio para dar conta dessa coisa louca que é a nossa jornada aqui na terra.

E eu concordo com você plenamente - a cada passo dado, nem pensar em voltar atrás. Com 20 anos a gente era muito bonitinha, mas ainda havia tudo isso para encarar pela frente e eu não gosto nem de pensar em passar por tudo de novo.

Bola para frente, sempre!

Rachel Bassan disse...

Meninas,
Segredo no ouvido de cada uma de vocês: Idade está na cabeça de cada uma! Eu já passei pelos 30, pelos 40, pelos 50 e já estou a caminho dos 60, recém-caloura da PUC e vivendo todos os meus sonhos.
Velha quem? Eu? Eu não, eu sou universitária amantíssima da vida!
Esqueçam esta neurose de idade e VIVAM, VIVAM INTENSAMENTE porque esta VIDA É TUDO DE BOM!
Beijos a todas!

Fernanda disse...

Oi, Ana! Adorei sua analogia, porque eu sou gulosa nos dois sentidos :).
Parabéns pelo seu níver, pelo texto, pela retomada de seus projetos em outro nível. Desejo a vc muito, mas muito apetite mesmo pela vida, por tudo o que vc quer ser e por todas as coisas que vc queira fazer. Beijo carinhoso!

Ira disse...

Chamou-me a atenção
O ser humano que és
Sensível e inteligente
Se mostra "grande mulher"

Nesta fase dos quarenta
sua alma é expandida
Com energia e experiência
Melhor se leva a vida!

Lembre-se: estás no "meio"
à muito que produzir, sorrir
e oferecer...
Tudo o que tens de bom
deve agora florescer!

PRAZER TE CONHECER!!!!!

Tenho 10 anos + que vc. Com sua idade ganhei meu 3º filho. Posso assegurar que 40 é ápice!

Maria Teresa disse...

Texto primoroso!
Idade maravilhosa!
Eu, do alto dos meus 67, sinto muito orgulho de ter sido sua colega, amiga e, agora, fã.
Um beijo,
Maria Teresa

Fabio Bastos disse...

Ana

Aproveito o belo texto para desejar um feliz aniversário a esta quarentona.

Bjs
Fabio

Carolina Cunha disse...

Linda tatoo!